Varejo – O que Mudou x Não Mudou em 100 anos

Business Intelligence (BI) – O que é?
18 de dezembro de 2018
2019 Chegando em grande estilo
26 de dezembro de 2018
 Hoje já se sabe que uma das coisas mais importantes para se destacar no mercado varejista é através da experiência do consumidor, trazer algum diferencial é essencial para fidelizar o seu cliente e se destacar perante os concorrentes.
 Embora tenham ocorrido muitas mudanças nos últimos 100 anos na forma como o varejo funciona, a experiência do cliente se manteve praticamente igual desde a estabilização do mercado varejista e isso é algo que precisa mudar!
 Agora vamos te mostrar quais foram as principais mudanças no mercado e o que se manteve igual em todo esse tempo.

história do varejo, o que mudou em 100 anos

Mudou

  • Forma de Pagamento: Essa com certeza foi uma das maiores mudanças vividas pelo mercado varejista. O que antes era feito por meio da troca de produtos (conhecido como escambo), hoje se utiliza o dinheiro ou cartão de credito e debito para pagarmos por determinando produtos ou serviços.
  • Decoração e apresentação dos produtos: Essa também foi uma das grandes mudanças ocorridas nesse mercado. No começo os produtos não eram expostos para os clientes e hoje eles são colocados nas lojas de forma a chamar a atenção do consumidor como: em balcões no meio das lojas, araras de roupas espalhadas por todo o ambiente, vitrines, além, é claro, do design e estética das lojas.
  • Tags nos produtos: No início, os donos das lojas sabiam os valores dos produtos de “cabeça”, sendo assim, os clientes quando se interessavam por algo, perguntavam para o dono, que lhes dava a resposta prontamente. Atualmente, com o aumento na variedade dos produtos, os preços passaram a ser fixados direto nas peças com etiquetas eletrônicas e tudo dentro do sistema tecnológico da empresa.
  • Código de Barra: Essa foi outra grande mudança no varejo e muito importante principalmente para o controle de estoque e segurança no caso de furtos. O cód. De barra hoje está dentro de todo o sistema eletrônico da loja, tendo uma ligação direta também com a loja virtual, impedindo assim, que um produto seja vendido duas vezes, ou que a empresa perca o controle do que ainda possui disponível ou não!

    Não Mudou

  • Atendimento: O cliente ainda é, na maioria dos lugares, (exceto em lojas de departamento) atendido pelo dono ou vendedores, que buscam os produtos no estoque e entregam ao cliente para vê-los e em seguida são direcionados ao caixa.
  • Loja: A maioria dos elementos dentro das lojas se manteve igual, como: o caixa localizado no meio ou no canto da loja, os provadores, ( no caso das lojas de roupas ) os produtos nos estoques e algumas peças expostas para o cliente, ou seja não teve nenhuma alteração no sistema organizacional e de fluxo dentro da loja.
  • Experiência do Cliente: Esse é um dos pontos mais importantes dentro da loja. A experiência vivida pelo consumidor se manteve a mesma, não tendo nenhum diferencial que melhore todo o processo de compra, desde a forma como os produtos chegam ao cliente até o momento do pagamento.
Investir em tecnologia é uma boa forma de trazer inovação e garantir uma experiência diferenciada para o seu consumidor!
“É comprovado que empresas que investiram em tecnologia nos espaços físicos aumentaram o número de vendas e a fidelidade do seu cliente.”
Tendo em vista que a experiência do cliente é um dos pontos mais importantes para a conversão em vendas. Uma forma de trazer algo diferente e inovador para a sua loja é através do Lookbr, um app de consultoria de moda, que auxilia o seu cliente na hora de decidir o que levar para casa.
Saiba mais sobre o app : As vantagens de ter o Look BR na sua loja.

Ajuda? Chat via WhatsApp